Mensagem de Ramatís aos Espiritualistas em Geral
outubro 15th, 2011 | Author: tiodalton

Nós torcemos por um mundo melhor, mas apenas torcer não basta. É preciso que cada um faça sua parte, o que tb não é fácil, e exige o trilhar espiritual sincero e fraterno, no fluxo da contramão da patologia social e suas seduções estereotipadas tão negativas.

É preciso vencer o ego aos poucos, e com mto sacrifício, para nós não nos tornarmos arrogantes e vaidosos, a fim de evitar nos transformarmos em seres ridículos e vergonhosos.

E preciso aprender a ser autêntico e espontâneo, onde as pessoas possuem modelos para tudo, com medo do novo, onde a indústria e o comércio se prostituem pelo lucro, louvando o externo, o efêmero e o vazio e esquecendo e desprezando de investir no melhor, o interno, a consciência, a espiritualidade, e o imperecível.

É preciso que os bons espiritualistas tenham compromisso com o que há de melhor, a boa moral, a cosmoética, a ajuda ao próximo sem ares de superioridade, o compromisso com a verdade e o conhecimento sem elitização, preconceito ou orgulho insanos.

É necessário simplificar e divulgar os bons conhecimentos, escolher a linha de pensamento de sua simpatia sem perder o universalismo. É preciso saber ouvir e fazer as críticas construtivas, que vem misturadas com as destrutivas dos assediadores invejosos e maldosos.

Seja no Reiki, no Johrei, na Cura Prânica, na Gnose, na Rosa Cruz, na Maçonaria, na Conscienciologia, no Espiritismo, no Espiritualismo, é imprescindível a abertura, a desmistificação, a divulgação do conhecimento de forma aberta e cordial, sem segredos, mistérios ou necessidade de iniciações a portas fechadas, que são fruto do ego da vaidade.

Não podemos nos valer apenas da boa vontade, é preciso um esforço maior, onde as egrégoras as vezes ficam nubladas diante das grandes formas-pensamento globais tão negativas. Os tarefeiros precisam se empenhar mais, pois são ainda imaturos com excesso de autocomplacência e exigem tão pouco de si mesmos.

É incrível que mtos que se reúnem em volta de um suposto mesmo ideal espiritual, para estudar e trocar experiências, briguem entre si, troquem farpas e críticas, mesmo que a consciência que desejam seguir, divulgue sempre o universalismo.

Nos torcemos por todos, mas principalmente por um ideal maior e melhor, que sem o devido esforço, não será alcançado tão cedo. Esqueçam o ego e procurem o caminho do coração, mas com inteligência, sem perder de vista os aspectos mentais, a intelectualidade e os trabalhos de energia.

Mantenham as tarefas do lar e do trabalho bem firmes, pois é aí que os assediaores os pegam. Procurem manter sua sintonia elevada todos os dias a começar pela manhã ao acordar. O trabalho espiritual é secundário em função de seu karma pessoal. Cumpra suas obrigações mais íntimas, quite bem o seu karma pessoal (egokarma), para depois ter o direito de estudar a espiritualidade em equipe.

Pensem e sintonizem seus amigos espirituais logo cedo no banho matinal, não saiam de casa sem alguma proteção bioenergética (existem tantas!!!), renovem esta proteção durante o dia inteiro a cada 4 horas ou menos. Dirijam com cuidado!

Evitem a ociosidade mental e as más companhias, não tenham medo de dizer não. O assédio e a obsessão chegam pisando macio, simpáticos a fim de seduzi-los, e conseguem acesso mais facilmente do que nós, os amparadores, que trabalham tanto por um mundo melhor e pela evolução do planeta.

Lembrem-se, nós só podemos ajudar nossos amparandos, se estes estiverem em sintonia mental sadia: boa leitura, boas músicas, bom lazer, boas companhias, bons lugares, etc. Desenvolvam o discernimento consciencial estudando e trabalhando.

A organização pessoal a fim de otimizar a evolução espiritual é fundamental na vida de cada um: esportes, exercícios físicos, meditação, grupos de estudo e leituras sadias. Um grande abraço a todos os Amigos do Grupo, Recomendamos um esforço maior.

Ramatis, por Dalton – Curitiba, 17/04/2005

Fonte: http://ramatis.consciencial.org/category/textos/